Aba 1

Postado em 29 de Junho de 2016 às 14h48

Dicas para entrar em Forma e Emagrecer!

Grupo Botta - Indústria de Produtos Naturais e Empreendimentos As gordurinhas localizadas são as grandes vilãs de homens e mulheres. Claro que as mulheres sempre se preocupam mais com a aparência e a estética. Mas hoje...

As gordurinhas localizadas são as grandes vilãs de homens e mulheres. Claro que as mulheres sempre se preocupam mais com a aparência e a estética. Mas hoje os homens também estão preocupados em ter uma boa aparência e um corpo saudável. É por isso que algumas dicas para emagrecer são importantíssimas.

Beba muita água durante o dia pois ela hidrata e dá a sensação de saciedade. Deixe os doces e guloseimas de lado. Prefira a ingestão de frutas no lanche. Sucos naturais também devem ser inclusos na sua alimentação.

Faça pratos de salada bem coloridos. Prefira carnes magras e de preferência grelhadas. Evite as frituras e alimentos condimentados. Pratique atividades físicas. Elas ajudam e muito na sua saúde.

Você também pode optar por produtos naturais que auxiliam na perda de peso. 

Fonte: Vitafrux


Postado em 22 de Junho de 2016 às 10h06

Benefícios do Consumo do Alho!

Grupo Botta - Indústria de Produtos Naturais e Empreendimentos O alho (Allium sativum) é um vegetal da família das iláceas, sua característica mais marcante é o cheiro que se deve à presença da...

O alho (Allium sativum) é um vegetal da família das iláceas, sua característica mais marcante é o cheiro que se deve à presença da alicina (óleo volátil sulfuroso). Quando as células do alho são quebradas, libra-se uma enzima chamada aliniase que modifica quimicamente a substância alina em alicina resultando no odor que o alho apresenta.

O alho apresenta baixa quantidade de gordura e calorias, relativamente pouca proteína, mas contém bastante carboidratos e fibras e fornece níveis significativos de micronutrientes, como é o caso dos altos teores de zinco e selênio, os quais são metais antioxidantes.

O alho é considerado um alimento potencialmente funcional, pois contém em sua composição substâncias biologicamente ativas, que lhe conferem cor, sabor, odor e ainda atuam na proteção contra a ocorrência de disfunções metabólicas e fisiológicas. Essas substâncias chamadas de fitoquímicos são compostos sulfúricos e não sulfúricos, os quais, a grande maioria, atuam como antioxidantes protegendo as células e órgãos da ação destrutiva dos radicais livres.

Os efeitos benéficos à saúde promovidos pelo alho, são investigados há séculos e através de várias pesquisas e análises químicas, chegou-se a conclusão de que o alho apresenta vários compostos que têm possível atuação de funcionalidade. Já foram reconhecidos mais de trinta compostos com ação benéfica. Os benefícios do alho são numerosos, sendo os de maior destaque, a atividade bactericida, a possível colaboração na redução de colesterol e na ação anti-hipertensiva.

De duas décadas pra cá, a literatura mundial tem relatado os efeitos do alho in natura ou diferentes preparações, visando seus efeitos na prevenção do risco de ocorrência das doenças cardiovasculares. Tais estudos comprovaram que o alho pode auxiliar na redução da concentração sérica de LDL (lipoproteína de baixa densidade, chamada de colesterol ruim), triglicerídeos, pressão arterial, além de aumentar a atividade fibrinolítica (cicatrização) e inibir a agregação plaquetária.

O ideal é que o alho faça parte de uma dieta equilibrada e saudável, para que possa desenvolver todo seu potencial.

Fonte: Vitafrux


Postado em 15 de Junho de 2016 às 10h20

Alfarroba na Cozinha Funcional!

Grupo Botta - Indústria de Produtos Naturais e Empreendimentos “Alimento Funcional é aquele alimento ou ingrediente, que além das funções nutricionais básicas, quando consumido como parte da dieta...

“Alimento Funcional é aquele alimento ou ingrediente, que além das funções nutricionais básicas, quando consumido como parte da dieta habitual, produz efeitos benéficos à saúde” (ANVISA, 2006). Mediante estas definições, é de consenso comum que saúde e boa alimentação caminham juntas. Um novo conceito de nutrição vem angariando adeptos com a chamada alimentação funcional, que é baseada no cardápio individualizado, levando-se em conta a saúde, estilo de vida e as necessidades de cada pessoa para definir o que faz bem ou mal. Estes alimentos têm sido muito estudados e embora não curam doenças, apresentam componentes ativos capazes de prevenir ou reduzir os riscos de algumas doenças.

Alfarroba ou carob em inglês é o fruto da alfarrobeira, uma árvore selvagem, nativa da costa do mediterrâneo, seu nome deriva do vocabulário árabe al karrub. É uma vagem comestível, semelhante ao feijão, com uma coloração marrom escuro e com sabor adocicado, mede em torno de 10 a 20 cm de comprimento e demora em torno de 1 (um) ano para amadurecer. Dentro dela encontra-se entre 10 a 17 sementes, ou quilates, que eram utilizados na antigüidade pelos mercadores para avaliar o peso das jóias (CREDÍDIO, 2006). As inúmeras utilidades da alfarroba têm contribuído para o aumento do cultivo e da transformação desta leguminosa, beneficiado pelo clima mediterrânico, Portugal é um dos maiores produtores mundiais deste produto, logo a seguir Marrocos e a Espanha (MADEIRA, 2005).

A polpa após secagem, trituração e torrefação dá origem ao pó ou farinha de alfarroba, que possui cor e aroma similares ao cacau. Os compostos estimulantes (cafeína e teobromina) que são encontrados no cacau, considerados por diversos autores como fatores antinutricionais responsáveis por efeitos fisiológicos adversos, (BONVEHÍ, J. S.; 2000) não estão presentes na farinha de alfarroba. As metilxantinas (cafeína, teobromina e teofilina), por exemplo, estão presentes em menor concentração – 0,41% na alfarroba e 1,09% no cacau. (MEDEIROS, M. L.; LANNES, S. C. S. 2009).

Além disso, possui baixo custo quando comparada ao cacau e graças a sua composição, rica em carboidratos de baixo peso molecular, apresenta boa solubilidade. (OWEN, R. W. et al. 2003) Apesar das vantagens, a maior parte da alfarroba ainda é descartada; e o uso dos frutos ainda é limitado porque o excesso de taninos causa adstringência.

A polpa ou farinha de alfarroba é rica em pectina e em glicídios simples (20 a 30%), como glicose, sacarose e frutose. 26 Outros constituintes são: proteínas, gorduras, flavonoides, mucilagens (3%), taninos e sais minerais. As sementes, das quais se prepara a goma, são ricas em glicídios complexos como galactomananas (90%) e hemiceluloses. Efeitos benéficos à saúde já foram relatados na literatura; Papagianoopoulos et al. identificaram 41 compostos fenólicos na alfarroba e afirmaram que a mesma pode apresentar alta capacidade antioxidante.

Fonte: CháMais


Postado em 08 de Junho de 2016 às 10h30

Benefícios do Chá Capim-Cidreira!

Grupo Botta - Indústria de Produtos Naturais e Empreendimentos Os benefícios do chá de erva-cidreira estão relacionados às propriedades medicinais que esta planta possui. Dentre os principais benefícios do...

Os benefícios do chá de erva-cidreira estão relacionados às propriedades medicinais que esta planta possui.

Dentre os principais benefícios do chá de erva-cidreira podemos citar:

- Melhorar a qualidade do sono;
- Aliviar as dores de cabeça;
- Combater os gases;
- Prevenir distúrbios digestivos;
- Aliviar as cólicas menstruais e intestinais;
- Prevenir distúrbios renais;
- Promover o alívio da tosse;
- Promover o bem-estar e a tranquilidade.

A erva capim-cidreira, de nome científico Melissa oficinalis, é calmante, diurética e expectorante e, por isso, o chá de erva-cidreira pode ser utilizado como remédio caseiro para acalmar.

Para fazer o chá de erva-cidreira é aconselhado usar somente as suas folhas.

Preparo do Chá:

Ingredientes:


- 3 colheres (de sopa) de folhas de erva capim-cidreira ou 1 sache de chá;
- 1 xícara de água.

Modo de Preparo:

Adicione as folhas de erva capim-cidreira ou o sache à água fervente e deixe, em fusão por 10 mim devidamente tapado. A seguir, coe e beba de 3 xícaras deste chá por dia.

Fonte: Chá da Índia